Em noite inspirada de Rodallega, Bahia vence o Fortaleza por 4 a 2

O Bahia precisava de um bom resultado contra o Fortaleza, em Pituaçu, para encerrar um jejum de oito jogos sem vencer na Série A. E conseguiu, graças a uma noite iluminada de Rodallega. Em sua primeira partida como titular da equipe, o atacante fez quatro gols e comandou o triunfo do Esquadrão sobre o Fortaleza, neste sábado (4), por 4×2.

Com o show, o colombiano se tornou o primeiro jogador do Bahia a anotar quatro gols em jogo de Série A. Também vira o segundo estrangeiro a marcar quatro vezes em um mesmo jogo pelo time. Antes, apenas Sanfilippo tinha conseguido o feito, no 6×0 diante do Conquista, pelo Campeonato Baiano de 1969.

Yago Pikachu e Matheus Vargas descontaram para os cearenses. Apesar do resultado, o Bahia ainda não sobe de posição na tabela do Brasileirão, e segue em 16º. Mas chega aos 21 pontos e abre três de distância para o América-MG, o primeiro da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o tricolor visita o Santos, na Vila Belmiro. O jogo está marcado para o próximo sábado (11), às 21h. Matheus Teixeira será desfalque, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Pênalti perdido e gol

Em seu segundo jogo no comando do Bahia, o técnico Diego Dabove fez duas mudanças na equipe titular. Gilberto, principal atacante do time, ficou de fora, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para a vaga, o treinador optou por Rodallega. Outra alteração foi no meio de campo: Patrick ficou no banco para a entrada de Lucas Araújo.

Ainda aos dois minutos, o Esquadrão passou um grande susto. Em contra-ataque rápido, Romarinho acionou Robson. O atacante finalizou forte, mas mandou para fora. 

Apesar do lance de perigo do Fortaleza, o Esquadrão era melhor. Tinha mais posse de bola, dominava as ações e atacava, mas não conseguia transformar em oportunidades.

Aos 17 minutos, veio uma grande chance. O VAR chamou o árbitro de campo para revisar um lance entre Robson e Juninho Capixaba e, após consultar o vídeo, o juiz assinalou o pênalti para o Bahia. Na cobrança, Rodriguinho bateu no lado direito e deslocou Boeck, mas a bola acertou a trave e foi para fora.

Aos 30 minutos, o time do técnico Dabove ficou mais uma vez perto de abrir o placar. Luiz Otávio aproveitou cobrança de escanteio de Rossi e mandou no ângulo, de voleio, mas o goleiro do Fortaleza fez a defesa.

A equipe visitante respondeu com Pikachu, em cobrança de falta, mas a bola foi em cima do goleiro Matheus Teixeira, que impediu. Na sequência, Rossi mandou uma bomba de fora da área, mas Marcelo Boeck espalmou.

O gol do Bahia enfim chegou aos 41 minutos. Rossi recebeu no ataque e tocou para a chegada de Rodallega, que vinha em velocidade. Em sua primeira partida como titular, o colombiano chutou forte e fez o 1×0.

Mais gols do colombiano

O Fortaleza voltou melhor do intervalo que o Esquadrão. Tinha mais a posse de bola e tentava empatar. Aos 12 minutos do segundo tempo, o Leão do Pici quase empatou quando Lucas Crispim pegou rebote dentro da área e chutou no cantinho, mas a bola desviou e foi para o escanteio.

Depois do susto, o Bahia se reencontrou. E fez mais dois gols logo em sequência, de novo com Rodallega. Primeiro, em erro de passe de Boeck, Maycon Douglas recebeu e tocou para o colombiano, que só precisou empurrar para a rede, aos 19 minutos. Dois minutos depois, o atacante recebeu cruzamento da esquerda e finalizou no canto, assinalando o hat-trick em Pituaçu.

O Fortaleza descontou aos 24 minutos. Crispim levantou na área, a defesa cortou e Pikachu, no rebote, fez o 3×1. Aos 28, o Leão do Pici fez mais um: Lucas Lima cruzou, Wellington Paulista resvalou de cabeça e Matheus Vargas completou para o gol: 3×2.

Eis que Rodallega apareceu mais uma vez. O colombiano recebeu e chutou. Boeck deu o rebote, e o atacante não perdoou e emputou para o fundo das redes, anotando o quarto gol do Bahia (e dele) e selando o resultado da partida

FICHA TÉCNICA

Bahia x Fortaleza – 19ª rodada do Campeonato Brasileiro

Bahia: Matheus Teixeira, Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Lucas Araújo, Daniel (Luizão) e Lucas Mugni; Rossi (Maycon Douglas), Rodriguinho (Patrick de Lucca) e Rodallega. Técnico: Diego Dabove. 

Fortaleza: Marcelo Boeck, Tinga, Jackson (Lucas Lima), Titi; Ederson, Matheus Jussa, Lucas Crispim, Yago Pikachu (Edinho) e Romarinho (Matheus Vargas); Angelo Henriquez (David) e Robson (Wellington Paulista). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Gol: Rodallega, aos 41 minutos do primeiro tempo, aos 19, aos 21 e aos 30 do segundo tempo; Yago Pikachu, aos 24 minutos do segundo tempo, Matheus Vargas, aos 29 do segundo tempo;
Estádio: Pituaçu, em Salvador
Cartões amarelos: Matheus Teixeira e Juninho Capixaba, do Bahia; Titi, do Fortaleza;
Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira apita o jogo, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Daniel Paulo Ziolli (trio de São Paulo).

Faça seu Comentário

Deixe sua opinião abaixo:

Sobre Redação 4279 Artigos
Veiculo informativo independente sobre o Esporte Clube Bahia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*