Dado Cavalcanti lamenta derrota para o Ceará e explica mudanças na equipe

Treinador acredita que o Bahia tem condições de reverter o placar e conquistar a Copa do Nordeste

Foto: Reprodução

O técnico Dado Cavalcanti concedeu entrevista coletiva após a derrota por 1 a 0 para o Ceará, na primeira partida da final da Copa do Nordeste. Ao final da partida, o treinador apontou a dificuldade da partida e destacou a pouca quantidade de chances para as duas equipes.

+Leia mais notícias sobre o Esporte Clube Bahia

Dado explicou as substituições e lamentou o fato do zagueiro Luiz Otávio ser expulso no primeiro tempo. Para o treinador, o Esquadrão de Aço sofreu fisicamente por conta da inferioridade numérica.

CONFIRA TRECHOS DA ENTREVISTA:

JOGO COM POUCAS EMOÇÕES

“O jogo foi isso. O Matheus Teixeira não fez uma defesa. Acho que foram cinco jogadas criadas nossas e duas deles, em jogadas das bolas paradas. Uma falta do Vinícius e depois a falta do Jael. O jogo foi feio e sobrou pouquíssimos espaços para as duas equipes”, disse.

SUBSTITUIÇÕES NA EQUIPE

“A primeira troca foi um sacrifício. Tive que posicionar o Juninho no lugar do Daniel e todas as outras foram na condição física. Nossos homens de frente foram se deteriorando fisicamente. Acaba que muda um pouco, essa foi a tônica nas trocas de hoje”, explicou.

CONDICIONAMENTO FÍSICO DA EQUIPE

“Até tentamos. Ficamos 25 minutos ficando atrás do Ceará. Passamos o primeiro tempo correndo atrás, principalmente os homens de frente. Quando voltamos para o segundo tempo, tentamos correr, mas os jogadores foram perdendo rendimento e enfraquecendo. Tentamos igualar as condições, mas infelizmente não conseguimos”, completou.

Faça seu Comentário

Deixe sua opinião abaixo:

Sobre Bahiaço 3451 Artigos
Veiculo informativo independente sobre o Esporte Clube Bahia
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários