“Lamento por no melhor jogo nosso a gente ter os três pontos nas mãos e não levar nenhum para casa”, diz Dado Cavalcanti

Foto: Reprodução

Na entrevista coletiva pós-jogo, ao analisar a derrota para o Palmeiras por 3 a 2, o treinador Dado Cavalcanti atribuiu o resultado negativo à falta de pontaria da equipe.

Para ele, que rasgou elogios ao nível de atuação dos comandados, o time exagerou no número de oportunidades desperdiçadas no Allianz Parque.

“ Um jogo que a gente criou muito. Tivemos quatro ou cinco chances claras, duas bolas na trave. Se a gente fosse um pouquinho mais competente, um pouco mais de tranquilidade, sabia que o resultado seria completamente diferente. Lamento por no melhor jogo nosso a gente ter os três pontos nas mãos e não levar nenhum para casa. Isso dói”.

O treinador, quando questionado sobre a decisão, explicou a escolha por Maycon Douglas na vaga de Rodriguinho, logo na primeira substituição do time na partida.

“Faz necessário entender o adversário. Fez quatro trocas em um mesmo momento. O regulamento das cinco substituições, quando enfrenta um adversário de menor investimento, como é o nosso caso, a gente sabe que está sujeito a tentar neutralizar uma troca do adversário. Muitas pessoas entendem a troca técnica ou física. Essa foi uma troca tática. Palmeiras posicionou uma dupla largura, com Gabriel Menino pelo lado direito e conseguiu agredir ainda mais nosso lado esquerdo defensivo. Eu precisava de um contra-veneno. Posicionei o Maycon Douglas nas costas do Gabriel Menino.  Essa foi a condição”.

A derrota vai trazer lições? Dado também falou sobre isso de forma bem objetiva.

“Ter um pouco mais de tranquilidade e voltar a ser mais decisivo, como fomos em outras partidas”.

Faça seu Comentário

Deixe sua opinião abaixo:

Sobre Redação 4133 Artigos
Veiculo informativo independente sobre o Esporte Clube Bahia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*